quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Caneta nanquim Ecco Pigment da Faber Castell

Olá artistas e arteiros, tudo bem?

Hoje vim resenhar mais um material que amo e não sei o porquê ainda não mostrei para vocês, as canetas nanquins descartáveis da Faber Castell.

As canetas têm várias espessuras que atendem as mais diversas especifidades, desde pontas ultrafinas até as mais grossinhas.

Confesso que sofro um pouco com canetas mega finas, acho legal para escrever ou fazer cílios ou micro detalhes nos desenhos, e só. Prefiro finalizar meus desenhos com as pontas mais grossas. Vamos as fotinhas :D



Eu gosto de usar a 0.5 nas partes mais grossas e depois venho finalizando com as mais finas, criando assim uma finalização mais caprichada.




O que eu achei das canetas?

Já dei um spoiler que sou super fã da caneta né, kkkkk. A qualidade é excelente, fica muito escuro o traço. Eu uso com cuidado e comigo as pontas estão super bem conservadas, mas me passam a impressão que aguentam bem mãos mais pesadas.


Também gosto do design, achei bem confortável de segurar.




Sério gente, tô chocadaaaaaaaaaaaaaaaa com a qualidade destas canetas, pena que não vi muito para vender no Brasil (pô Faber Castell, colabora!).


Gente imagina um preto intenso!

Fiquei chocada com a qualidade, fica melhor do que uma impressora caseira, é sério, várias pessoas olham meus desenhos e perguntam se eu imprimi.

Super recomendo para vocês, vou dar 5 girassóis de Van Gogh.










quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Arte e maternidade

Arte e maternidade

Hoje venho aqui contar sobre meus últimos anos de vida, fazer uma reflexão e desabafo sobre ser mãe e artista.
Sempre achei que havia muito preconceito contra a mulher na Arte. Nossa vida é muito cruel neste sentido.
Temos que fazer escolhas na vida, eu escolhi ser mãe, mas tô achando que ser pai é mais fácil,kkkk.
No final da gestação já comecei a ficar limitada, estava tão inchada que não conseguia nem usar lápis de cor.
Enquanto isso as ideias borbulhavam na cabeça, mas o tempo e a capacidade me impediam.
Fico comparando minha vida com a dos meus colegas artistas homens e vejo como  fico bem atrás em questão de tempo e quantidade e em consequência, qualidade de produção. Então vou parar de escrever, tem alguém que acordou e precisa de mim aqui. Em breve mais um post! Estou arrumando para vocês!

Feliz 2017