sábado, 27 de setembro de 2014

Testei a máscara para aquarela da Corfix!


Olá artistas e arteiros de plantão! Tudo bem?

Falei que eu estava a todo vapor né! Tenho tanta coisa para fazer até o final de ano que estou animada!

No meu aniversário me dei de presente alguns produtos artísticos (já mostrei aqui a borracha e a lapiseira borracha da Mono, que estavam entre eles). Estava com uma vontade doida de usar aquarela e sempre ouvi falar em uma máscara que protegia o papel da tinta deixando as partes brancas isoladas. 

Nunca tive coragem de experimentar pois só tinha visto marcas importadas e bem caras e como em tese, não é um material extremamente necessário para fazer uma aquarela deixei pra lá. Só que desta vez navegando por uma papelaria on-line encontrei esta máscara da Corfix e resolvi arriscar.


Funciona assim; você passa o produto nas partes que quer deixar na cor original do papel, espera um pouco secar e depois pinta normalmente seu desenho. Terminado, você vai com a unha (que medoooo,kkkkk) ou com uma borracha de látex e vai esfregando para tirar o produto.






O produto é um látex. Isso quer dizer que ele vai ficar como uma cola emborrachada na sua folha. 

Ele é meio amarelado, mas podem ficar tranquilos, a cor no meu teste não interferiu na folha e no resultado final. 

A textura do papel permanece, ele só protege e isola a área onde foi aplicado. No rótulo só há um aviso que se deve chacoalhar bem a embalagem antes de aplicar, lavar o pincel após a aplicação e não deixar a área por muitos anos com o produto (exagero da lerda aqui em desenhos,kkkk).

Tentei tirar umas fotos da retirada do produto para vocês verem, mas não saíram lá estas coisas... 




Se você vai passando uma borracha e a máscara vai enrolando, chega um momento que dá para puxar com a mão mesmo. 

Aqui dá para perceber claramente como fica o papel, branquíssimo e protegido. Só quero deixar registrado aqui que usei um papel próprio para aquarela, bem resistente. Não testei em folhas de desenho mais normais,kkkk.



Aqui está o desenho depois de finalizado, diz alguns detalhes com o lápis de cor da Toison d'Or e com a caneta nanquim descartável da Faber.

Resumindo....

Amei o produto, é uma frescura que ajuda e muito em detalhes na aquarela, com preço acessível, paguei 5 dilmas e cumpre o que promete! Cinco girassóis de Van Gogh para a máscara para aquarela da Corfix.

O desenho é para o cartaz da minha peça de teatro Uma donzela, um fantasma e muita imaginação  Estão convidados desde já a ir me prestigiar no dia 21 de outubro, as 20h, no teatro Tupec, no centro cultural de Mogi Guaçu, S.P.


Até mais seus artistas!  Boa semana para vocês!

sábado, 20 de setembro de 2014

Lapiseira borracha MONO ZERO 2.3

Olá artistas e arteiros!

Sim, eu sei, vocês devem estar bravos, eu sumi mesmo! Imagine alguém na correria e sem uma internet que preste? #soueu

Para compensar estou agendando dois posts, estes dias foi de intensa produção artística! Aeehh!


Hoje eu vim falar para vocês de uma nas minhas novas queridinhas, a lapiseira borracha da MONO! 




Descobri este produto em comunidades de desenhistas e logo fiquei bem doida querendo experimentar, pois é muito prático ter uma lapiseira de borracha tão fininha assim. Eu uso aquelas de borracha grossa também e já vi muita gente sofrendo no estilete cortando estas borrachas para fazer brilhos em cabelos, borrachas micro que acabam em segundos e no caso de nós mulheres que usamos esmaltes pode ser um problema, pois na maioria das vezes acabava riscando a folha de desenho preto e branco (grafite) com meu esmalte vinho ou dourado,rs.

Com este produto meus problemas acabaram! Fiquei com um certo medo dela não render nada por ser tão fina, mas isso foi uma boa surpresa, pois usei ela na minha última encomenda, um desenho de lápis 6B de um casal de loiros, e usei muito a lapiseira para dar brilho nos cabelos dos dois e gastou bem pouco na minha opinião.





A embalagem onde vem duas de refil.

O refil de baixo que usei em um trabalho numa folha A2 e um novinho para vocês verem como rendeu!
O único problema foi o preço, meio salgado, paguei 26 dilmas na lapiseira e 4 no refil. Só que não me arrependo nenhum pouco. 

Cinco girassóis de Van Gogh para lapiseira da Mono!

Próximo post vou falar sobre um produto para aquarela, aguardemmmmm!

Boa semana para todos!