sábado, 31 de maio de 2014

Testei! Lápis de cor aquarelável escolar da Koh-i-Noor!

Olá artistas loucos por lápis de cor!


Hoje vim falar sobre um lápis que anda sendo muito elogiado em redes sociais, o lápis aquarelável da Koh-i-Noor. Adivinhem o que tem desenhado na caixinha dele? Sim, é um peixe aquarelado,kkkk.


Teste da caixinha

Logo que abri já deu para ver, o lápis é bem pigmentado.


As cores são bonitas, só senti falta de um amarelo pele ( aquele rosado, meio salmão), geralmente facilita minha vida, uso desde base para pele negra até as mais claras. Tive que misturar para conseguir pintar este croqui, um dos figurinos da peça que estou produzindo para este ano.


Fada Flora e fada Primavera.


Aqui vocês podem ver a base que fiz. Tenho que confessar uma coisa gente, apanhei horrores deste lápis no inicio! 
O motivo? Ele é suuuuper macio. Pintei dois figurinos anteriores com lápis aquarelável escolar da Faber e achei chocante a diferença. Parecia que minha mão estava pesada, mas nada que com um pouco de treino não consegui dominar. Também possui madeira boa, é fácil de apontar.


Para conseguir fazer a pele na falta do tal lápis amarelo pele (ou amarelo nápoles, no mundo das tintas) usei este ocre, o rosa, o marrom e o cinza.




Aliás, acho até bom mostrar para vocês porque estas cores são bem versáteis e variando as quantidades você conseguirá fazer vários tipos de pele. Claro que vai depender da luz, talvez seja necessário acrescentar um pouco de preto. 

O branco também ajuda a misturar todas estas cores. Se você não sabia o porquê ele existia, acabou de descobrir, kkkkk.






Aqui todas as cores que vem na caixa de 24 cores. Achei que três azuis são demais, na minha humilde opinião. O que vocês acham?

Outras reclamações minhas são o preço alto e o fato do branco vir com a madeira rachada (o azar viu).

Concluindo...


O burburinho que estão fazendo em cima do lápis, elogiando é válido, realmente ele é bom e bem macio e fácil de apontar. Seus pontos fracos são a falta de um amarelo pele (tipo amarelo nápoles no mundo das tintas) em uma caixa de 24 cores e o preço (paguei 40 dilmas). Então se você quer um lápis bem macio e não liga para o preço é uma ótima opção. Pelo lápis rachado e pelo preço vou dar 4 girassóis de Van Gogh. 


Fico devendo testar o efeito aquarelado dele, mas como em breve vou fazer qual lápis aquarelável aquarela melhor 2 vou incluir ele para comparar.

Espero comentários e dicas de uso de vocês. Não esqueçam de curtir nossa fan page.


Beijos e até mais pessoal!

sábado, 24 de maio de 2014

Arte, futebol e copa! Obras de arte para você se inspirar!


Olá artistas e arteiros!

Copa chegando, vários projetos aparecendo nas escolas sobre este evento futebolístico. Independentemente se você é a favor ou contra a Copa o fato é que ela vai acontecer e que o futebol inspira muitos artistas, tanto nas artes visuais, música, dança, teatro e no artesanato. Separei algumas imagens e vídeos que acho legal para analisarmos e servirem de inspiração  para você!



Tozzi, Claudio. Futebol.


Tozzi, Claudio.A dança do futebol. 1996.


Beryl Cook. Vovó no futebol, 1983.


Portinari, Cândido. Futebol.
Leirner, Nelson. Futebol.2001


E só para dizer que ele não fez nada para Copa....

Romero Britto.
A música também sempre apresenta algumas composições sobre o tema.



Não gostei da música oficial da Copa, prefiro muito mais a música da Shakira(mesmo sendo o vídeo comercial de iogurte junto,rs).



Neste link tem uma seleção de músicas sobre futebol também, para todo gosto. Clique aqui para acessar.

Na dança lembrei desta coreografia de Deborah Colker.




Agora se você não gosta de futebol e copa, esta obra do Vik Muniz é perfeita.

 Muniz, Vik. Bola murcha. 1983.

Semana que vem volto a falar sobre materiais pessoal, esta semana a coisa está corrida (final de bimestre). Até em breve! :D

sábado, 17 de maio de 2014

Lápis carvão Gioconda da Koh-i-Noor

Olá arteiros, tudo bem?

Hoje vim falar de um material que me surpreendeu muuuuito. Sabe o porquê? Eu sempre fugi de desenhar com carvão porque nunca conseguia um contraste como eu queria. Tenho amigos artistas que fazem desenhos incríveis com o carvão em bastão, aquele usado para desenhar em tela só que eu nunca me adaptei por isso.

Estes tempos atrás fui em uma papelaria e achei esse tal de lápis carvão. Alguns amigos caricaturistas falaram que usavam este lápis para fazer desenho ao vivo. Nem fiquei curiosa né, rs. Além disso, a dona da papelaria disse que quem vivia pedindo este lápis era um senhor que usa para pintar o bigode,kkkkkkkk.



Vamos ao que interessa, como funciona este lápis carvão?
 



Estreei meu lápis em uma encomenda de um desenho de uma caravela e fiquei muito satisfeita com o resultado
Ele é como qualquer outro lápis, madeira em volta e mina de um carvão como eu nunca vi na vida. Sério gente, nunca vi um lápis tão preto! No meu desenho espalhei ele com esfuminho, mas pelo que pude perceber dá para usar algodão e o dedo também.  É melhor não pressionar muito porque ele é muito concentrado.


Aqui dá para perceber bem o poder do preto, como ele é concentrado. Estou usando uma referência de uma tatuagem mais fiz algumas adaptações conforme me foi pedido.


Vou testar fazer retratos com ele porque diferentemente do lápis grafite se você depositar muito, ele não fica com aquele brilho, parece que foi lustrado sabe? Deve ficar lindo!

Pelo preto intenso, por ser fácil de apontar e trabalhar e ter um preço está aprovadíssimo, cinco girassóis de Van Gogh para o lápis carvão!

sábado, 10 de maio de 2014

Desabafo: Arte, publicidade, educação.... e mães! Parabéns!

Olá artistas e arteiros, tudo bem?

Hoje vim fazer um desabafo. Fiquei sabendo de uma história e estou chocada até agora, sobre a que ponto nossa sociedade está chegando em relação ao valor do trabalho dos artistas. Para vocês entenderem, a história é a seguinte:

“Era uma vez, em um reino não “tão tão” da escritora aqui, um lugar onde as mães se revoltaram com a secretaria de cultura do reino, querendo impedir que esta divulgassem peças infantis porque elas não tinham condições de pagar para seus filhos assistirem. As crianças mais carentes estavam ficando frustradas com isso.
Todos ficaram chocados por causa desta atitude, porque se a secretaria não divulgasse mais, como todos podem ficar sabendo que haveria um evento cultural, inclusive peças infantis gratuitas?”

Pois é gente, está acontecendo isso...
 Realmente entendo a dor das mães de terem um filho pedindo para assistir a uma apresentação com o seu personagem favorito da tevê e não poder pagar. Já fui uma criança que ficou toda emburrada porque minha mãe não tinha dinheiro para o ingresso de um show dos Paquitos quando eu era pré-adolescente. Fiz birra e fiquei manhosa, sentindo-me a excluída de tão grande evento cultural na cidade, só que não....
Minha mãe ficou firme comigo, explicou nossas condições financeiras (nada boas na época) e me deu até uma roupa para minha Barbie de consolo.

Hoje agradeço minha mãe porque apesar de ser pobre ela tinha e tem até hoje, muito bom gosto e senso artístico. Hoje, no auge dos meus 32 anos, percebo o quão sábia ela foi.

Ela poderia ter pego dinheiro emprestado e deixado eu ir, feito minha vontade.Só que no fundo ela sabia que isso não era o melhor e que eu, assim como todas as crianças e adolescentes da atualidade, estava altamente influenciada pela mídia e publicidade que criavam um frisson em cima do evento.

Fico triste de ver que não existem tantas grandes mães e educadoras nas casas como eu tenho a honra de ter até hoje. Mães que sabem dizer NÃO, que sofrem por verem seus filhos frustrados e que são verdadeiras atrizes, pois nos enganam com aquela expressão “isso não tem importância”, enquanto no fundo estão se remoendo ao ver seus filhos tristes.

Mães que quando reconhecem algo bom e de grande valor cultural fazem de tudo para o seu filho poder participar e reconhecem o valor do artista, tanto do ator de um espetáculo teatral e de toda sua equipe técnica (que precisa de dinheiro para sobreviver, acredite!), músicos e sua equipe (idem aos atores), artistas visuais e sua equipe (idem idem idem).

Portanto mães, provem seu amor aos seus filhos educando-os, aprendendo que a vida não é feito só de SIM, é feita de frustrações e amadurecemos com elas. Valorizem o que é bom e não deixem seus bens mais preciosos, seus filhos, serem tão influenciados pela mídia. 
Não ir a um espetáculo do seu personagem favorito não vai matar ninguém, é só saber conduzir a situação com a sabedoria de mãe que vocês tem (com certeza!). Você tem grandes chances de receber um agradecimento daqui a alguns anos.

Aliás, pais e responsáveis, acho que todos deveriam cobrar de suas empresas o vale-cultura, já ouviram falar? Seria uma solução para as pessoas que recebem até 5 salários mínimos terem mais acesso a nossa cultura. Clique neste link para acessar a página e ver mais informações.

Para terminar, quero lembrar que todo artista têm ou teve uma mãe e  desejar a todas muitas felicidades neste dia e em todos os dias do ano e agradecer especialmente a Dona Maria Olímpia, minha mãe que me ensinou a dar a valor a tudo, a todos os artistas e suas coisas. Te amo minha linda! Cinco girassóis de Van Gogh para ela!



 Sei que talvez muitos não concordem comigo, mais enfim, foi meu desabafo! Beijos para todos!

sábado, 3 de maio de 2014

Como se usa lápis pastel? O meu lápis pastel da Cretacolor!

Oi arteiros de plantão, tudo bem?



Hoje vou terminar parte da saga do giz pastel seco falando deste material que sempre foi meu sonho de consumo e tem sido super útil nos meus trabalhos, o lápis pastel da Cretacolor.




Sou completamente apaixonada por eles porque sempre tive um pouco de irritação de fazer detalhes de giz pastel e com eles meus problemas acabaram! 

A embalagem é uma graça, vem com esta proteção de papelão. Porém ela é só uma capa, a embalagem é metálica, o lápis fica super protegido lá. Vem com um envelope com uma lixa para você poder "apontá-lo". 




Tirei estas fotos quando eles chegaram do correio, agora já estão mais gastos. Só não consegui apontar com a lixa, acho que foi um pouco de falta de paciência minha e na pressa para voltar a pintar apelei para o estilete, o que fiz com muita tranquilidade, a madeira é bem macia. Só tem que tomar cuidado para não jogar o pó fora, porque o preço é meio salgado. Paguei R$70,00.


Como se usa isso?



O lápis pastel pode ser usado puro ou ser esfumaçado. Algumas marcas podem ser até aquareladas, o que não é o caso deste. Vou mostrar dois exemplos (puro e esfumaçado) que usei no meu último retrato.



Só queria lembrá-los que neste desenho usei também o meu giz pastel da Koh-I-Noor, se você não viu clique neste link.



Aqui dá para ver os lábios e os cabelos que fiz com ele. Já fiz desenho de bichos e fazer os traços foi bem mais fácil. Fui fazendo por camadas, comecei pelas cores mais claras e depois as mais escuras. Nada impede de fazer ao contrário, depende do que você quer.

O branco também serviu como misturador. Foi o meu salvador na pele, porque o papel começou a esfarelar e para arrumar isso só camadas de lápis pastel para dar um jeito.Na imagem acima dá para ver como o papel tá feio.

Outra coisa que queria deixar claro é que o branco não fica aquele braaanco, a não ser que você tenha um desenho em uma folha escura e muito pastel escuro de base.



Aqui no hibisco eu usei o rosa e o vermelho para esfumaçar e o branco para demarcar as partes mais claras. Usei o verde claro marcado com verde escuro no cálice e o amarelo, laranja, marrom e preto na parte na parte da antera.




O olho também usei o azul e um pouco de verde. Aqui a pele também já está muito melhor.


Resumindo...


O lápis pastel é um ótimo investimento, mas não é totalmente necessário, fiz muitos trabalhos sem ele e nem por isso ficaram ruins. Se puder, compre um com 24 lápis, senti falta de algumas cores. Se comprar, não vai se arrepender, é uma mão na roda! 

Você pode usá-lo tanto puro quanto esfumaçado, depende do efeito que deseja. A boa notícia é que várias lojas vendem eles avulsos, então em tese pode ficar mais barato.

Cinco girassóis de Van Gogh para o meu lápis pastel.



Espero que tenham gostado. Qualquer dúvida podem deixar nos comentários ou mandar na nossa fan page do facebook.

Não curtiu ainda? Vai lá então! Até mais pessoal, beijos pra vocês!





sexta-feira, 2 de maio de 2014

Habemus fan page e algumas melhorias!

Olá artistas e arteiros!

Aproveitei o feriadão e fiz algumas mudanças no blog, mexi no design e arrumei finalmente uma fanpage (aehhhhh)! 

Também agora para você que não é de Mogi Guaçu e Mogi Mirim e não me conhece, tem a minha biografia e meus contatos (se quiser fazer aulas comigo, patrocinar o blog, fazer sua encomenda).

Masssss não é só isso! Em breve vai rolar um sorteio na fan page, para comemorar um ano do blog! Por isso é importante curtir lá para poder participar tá bom? Divulguem para os seus amigos que estão precisando de materiais artísticos novos e também para todos receberem os conteúdo extras que vou colocar lá.