domingo, 17 de novembro de 2013

Giz pastel seco aquarelável...Como assim?

Oi artistas e arteiros, tudo bem?

Hoje eu vim falar sobre um teste que andei fazendo com giz pastel seco. A história começou assim: estava eu a navegar na internet e descobri algumas marcas de giz pastel que podem ser usadas como aquarela. Imagina se não fiquei doida né,rs. Como assim eu nunca fiquei sabendo disso!

Parti para ver meu giz pastel se eles se encaixavam na categoria e vi que não. Momento snif, snif... Porém como eu sou artista visual e gosto de experimentar resolvi arriscar para ver o que acontecia. Experimentar não custa, até o Leonardo da Vinci arriscou misturar tintas, porque eu não né?rsrsrs.

Usei o meu giz pastel da marca Koh-i-noor. Vocês podem até me indagar o porquê de eu aquarelar um material que é usado para desenhos secos. Diziam o mesmo de maquiagens, se algumas podem ser umedecidas para pintura do rosto e giz pastel seco é um pigmento também, resolvi arriscar. Vamos ao teste!

Fiz primeiro o teste riscando o giz pastel na folha e em seguida passei o pincel. Como vocês podem perceber ele aquarelou, mas ficou bem marcado.


Fiz o segundo teste fiz passando o giz pastel e tentei esfumaçar com o próprio pincel. O segundo eu esfumacei com o dedo antes de jogar água. Ficou bem melhor!

  O terceiro teste fiz raspando o giz pastel  e usando o pó dele. Não ficou bom, fora que o pó ficou boiando na água quando fui lavar o pincel. O laranja é um lápis aquarelável que usei para fazer um comparativo.


Aqui eu usei o lápis pastel para os detalhes e o giz pastel seco para as partes maiores. Ficou até que bom mais ainda não estava satisfeita. 


Fiz um desenho semelhante porém usando o meu lápis de cor aquarelável. Eu gostei mais do resultado porém uma coisa que detesto no lápis de cor é pintar fundo de desenho. Aí resolvi misturar os dois, passando giz pastel no fundo e mandando água em cima. Adorei o resultado! Uma das dificuldades que tenho sempre com aquarela é fazer um fundo sem ficar muito manchado. Agora com a dica do giz pastel aquarelado meus problemas acabaram,rsrsrs!

Detalhe importante: tirei as fotos duas semanas depois e ter feito o teste e acreditem, o giz pastel aquarelado não transfere! É um milagre!

Então para fundos alternativos já sabem, giz pastel seco "aquarelado" dá certo :D

sábado, 9 de novembro de 2013

Qual lápis aquarelável "aquarela" melhor?

Oi gente pitoresca, tudo bem?

Ainda em testes com aquarela hoje venho falar de uma questão que, a maioria das pessoas, quando vai comprar um lápis aquarelável não pensa muito: o pigmento vai ficar bonito se for transformado em tinta?

Pois é, não sei se em outros países é assim (acho que não,kkk), mas aqui no Brasil lápis aquarelável virou sinônimo de lápis de cor macio para pintura, tamanha a falta de qualidade da maioria das marcas que apareciam aqui, duras que nem um pau ou enceradas como um giz de cera que parecia estar desbotado.

Lembro que quando comecei a me dedicar ao desenho minha professora foi bem clara em relação a isso, e olha que isso faz teeeeeeempo #josivelha#

Graças a Deus a coisa deu uma melhorada, como  vocês podem ver nos meus posts anteriores temos já algumas marcas com lápis não aquareláveis bem dignas. Então, se a sua ideia não é tacar água no desenho pode optar por este lápis de cor "normal", que também são mais baratos.

Vamos ao teste!

Peguei os lápis de cor aquareláveis que tinha em casa. Fiz a seguinte legenda para vocês entenderem:

A - Acrilex
S - Staedtler (escolar com peixinho na capa,rs)
F - Faber (escolar com peixinho na capa,rs)
C - Caran d'Ache (o escolar gente!)


Aqui vocês podem ver os pigmentos do lápis sem aquarelar. Infelizmente eu não tinha o mesmo tom de verde para poder comparar em todos, então peguei os mais parecidos. O da Acrilex já não ficou muito bom....


Comecei então a jogar água. O Acrilex achei que ficou bem suave, até demais. O Caran d'Ache foi um pouco melhor.

Neste quesito aquarelar para minha pessoa os campeões foram a Faber e a Staedtler. As cores ficaram bem fortes! Se fosse para desempatar daria o prêmio para a Staedtler porque aquarelou tudinho, não ficou manchado. Cinco girassóis de Van Gogh para ele!

Espero que tenha ajudado e que vocês façam compras mais conscientes.

Até mais pessoal!


sábado, 2 de novembro de 2013

Aquarela escolar Tris Paint 12 cores

Oi pessoal, tudo bem?

Prometi posts sobre arte para crianças e hoje vou começar falando de um material que geralmente eles adoram: tinta para pintura aquarela!

Fiz um teste com a aquarela da marca Tris. Ela me chamou atenção porque não são aquelas pastilhas opacas, elas tem um certo brilho. Além disso achei o estojo super prático, ele tem uma tampa em acrílico e deixa a tinta protegida.






Sinceramente tive um pouco de dificuldade com esta tinta. Achei que meu primeiro desenho de teste ficou horrível, fui molhando o pincel de forma delicada, aquarelando a tinta aos poucos e o resultado foi horrível. A folha também não ajudou em nada.





Resolvi dar uma segunda chance para o estojo de tinta aquarela e chamei a fofa da Maria Luiza, de 6 anos, para ajudar a testar a tinta. Ela adora pintar e desenhar e aproveitou para me ensinar como desenhar uma maçã no estilo de Romero Britto.

O resultado foi bem melhor, as cores são bem miscíveis entre si e molhando  bem as pastilhas os resultados foram bem satisfatórios.

 Olhem só o desenho dela com foto tirada pela própria (super exigente já,rs):

 E o meu, seguindo as ordens dela,rsrsrs. Finalizamos usando a caneta da Unipin 0.8.


Ela adorou a tinta, mas eu achei que rendeu  pouco (olhem o roxo, ela acabou praticamente com ele).
Outra coisa é o pincel. Gentemmmm, que pincel ruim! Até a Mariazinha reclamou e guardou ele logo que deu a primeira pincelada. É uma coisa que precisa ser repensada!



 No geral, recomendo esta tinta para iniciantes, as cores são vibrantes e os pigmentos bonitos. Fujam do pincel. Quatro girassóis para este estojo de pastilhas aquareláveis.




Em breve outros materiais para crianças. Até mais pessoal!