sábado, 31 de agosto de 2013

Lápis de cor aquarelável Caran d'Ache

Olá pessoal da Arte!

Hoje eu vim falar sobre um lápis que é sonho de consumo de muita gente: Caran d'Ache!
Como eu sou uma professora (pobre) e artista do interior sinceramente nunca tinha ouvido falar até que uma amiga minha do Rio comentou que ela tinha e que a marca era ótima. Imagina se não fiquei curiosa, rsrsrs!

Fiz aniversário agora dia 15 de agosto e já que estava querendo um lápis 9B. Resolvi "dar-me" um presente. Procurei na minha cidade e não achei o lápis ai tive que partir para a compra online. Eu não ia pagar o frete só por um lápis (frete mais caro que o lápis,rs). Procurei então algumas coisas que queria e achei este lápis de 12 cores da Caran d'Ache. Já aviso que não é o Supracolor, é uma linha mais básica, porém ótima. :D

 A embalagem é bem simples, tenho que dizer que foi muita sorte ter tirado esta foto quando ele chegou porque, de ficar na minha bolsa, a embalagem já não está tão bonita assim.
Fiquei imaginando as crianças na Europa (a marca é da Suíça)  que têm acesso a esse material bem barato.  #invejinhadobem#
 Teste da caixinha: Ele é beeeem pigmentado e super macio! Fiquei chocada! Não imaginei que fosse tanto assim. Minha amiga estava certa! Imagina o da linha Supracolor #sonhodeconsumo#



Pintei estes dois desenhos (croquis) usando somente a caixinha de 12 cores da Caran d'Ache. Foi um desafio porque fazer a cor da pele é sempre uma dificuldade! Só que não foi tanta tortura porque as cores misturaram super bem, fiquei chocada com isso também.
 Teve até uma história engraçada, uma professora de educação física, que trabalha na mesma escola que eu, ficou olhando eu pintar o desenho do Romeu aí em cima e me perguntou se eu havia pego um verde de outra caixinha para pintar a roupa dele. Que nada, foi só misturar o amarelo e o azul e consegui esta cor.

Pelo preço bom, maciez e cores mega se misturam muito bem entre si dou cinco girassóis de Van Gogh para este lápis!


Agora terminei meus croquis, vou poder voltar a usar materiais diferentes! Em breve novidades :D .

Até mais pessoal!

domingo, 25 de agosto de 2013

Lápis de cor Maped

Oi pessoal!

Tudo bem com vocês?
Hoje minha resenha é sobre o lápis de cor Maped, uma marca nova e que, como uma marca nova sempreeee me dá aquele medo de arriscar comprar. Conheci este lápis com meus alunos na escola pública onde leciono. Vi na mão de um aluno meu e pedi para testar e para minha surpresa, fiquei chocada com a qualidade e a maciez dele! Para ser um BBB só faltava ter preço bom. Fui pesquisar e achei que estava bem acessível, o meu paguei 15 reais e não me arrependo! Ele é muito macio e lembra os aquareláveis ( Tô louca para ver esse aquarela!).

Só para informação de vocês continuo na saga dos croquis dos figurinos para a peça de teatro deste ano. Acho que finalmente terminei! Olhem só os desenhos que pintei com este lápis da Maped.


Aqui apresento o lápis de 24 cores para vocês. Achei a embalagem legal, ela tem um suporte para os lápis ficarem na ordem. Adorei os nomes das cores, parecem nome de esmalte, porém sem ser tão malucos, hehehe.

 Embalagem meio zoada, só para variar (lápis de professora sofre,rs). As cores metálicas não servem para nada na minha opinião, prefiro misturar cores para imitar metais!

Ele é bem pigmentado. Lembram da dica da embalagem?






Aqui coloquei um detalhe do xadrez que fiz. Podem perceber que as cores são bem bonitas e miscíveis entre si. qualidade que me surpreendeu mesmo. Primeiro marquei as linhas vermelhas, depois as em verde e complementei sombreando com o marrom e um pouco de vermelho. Minha dica para fazer xadrez é seguir o desenho do tecido e marcar as linhas mais grossas primeiro!

Testei este lápis em uma folha colorida com minha aluna, a Patricia que começou a pintar o olho do pássaro dela com lápis aquarelável em papel mitentes e a cor não aparecia. Lembrei ela então de usar o lápis da Maped dela e não é que ele cobriu perfeitamente? # momento chocada! #

 Desenho da Patricia (arrasou neste desenho!), feito em mitentes com lápis de cor Maped e giz pastel seco Koh-i-Noor 
Estou super recomendando este lápis, espero que mantenham a qualidade! É um BBB, merece cinco girassóis!


Até a próxima artistas e arteiros!




terça-feira, 20 de agosto de 2013

Caleidociclo com canetinha bicolor da Faber Castell

Oi pessoal!

Realmente dei uma sumida, está beeem difícil ficar postando aqui, porém, sempre vou dar um jeito. Estou buscando colaboradores...alguém se habilita?

Hoje vim falar de um trabalho que estou fazendo com meus alunos, o caleidociclo. Estava trabalhando op art e a arte de Escher. Ele realmente foi um grande artista, um dos melhores da história da Arte na minha opinião. Juntou matemática e técnicas de pintura com uma maestria enorme! Deem uma olhada nestas imagens!




Porém, o que é este tal de caleidociclo? Ele é um agrupamento de triângulos isósceles que giram e em cada triangulo podemos desenhar, formando imagens diferentes.

Observem como eu fiz!


 O desenho da malha de triângulos.Os que estão riscados devem ser recortados. Usei  o tamanho de 28x10. 

 Recortando os triângulos.
Depois de recortar você vai ter que dobrar todas as linhas. Eu prefiro dobrar do lado do desenho , usando uma régua ou vincando com a unha mesmo.




 Agora é hora de testar e ver se deu tudo certo! Você tem que encaixar esta ponta superior sobre este triângulo inferior.

 Aqui dá pra ver melhor, eu virando aquela ponta superior sobre os triângulos inferiores.
Depois que eu montei (sem colar)  peguei meu lápis 2B e marquei os desenhos girando o caleidociclo.  Comecei a pintar com a canetinha bicolor da Faber.


Desta vez eu não vou dar girassóis de classificação porque algumas começaram a falhar (já tinha usado um pouco antes) e descobri que minhas canetinhas estavam vencidas! Buáaaaa, sim, elas têm validade, diferente de muitos produtos artísticos que são quase imortais,rs.
 Procurei em sites de compras e achei similares da Faber, mas não iguais as que usei aqui. O que posso dizer se você gosta de praticidade estas canetinhas bi colores são bem legais. Adorei as cores, principalmente o lilás, que ficou lindo na minha coruja wanna be com formas geométricas.

Depois de terminar a pintura monte novamente o caleidociclo e fique admirando sua obra!



Tá, estou longe de um Escher, mas achei que como exercício para os meus alunos ficou bem legal! Pesquisem mais sobre Escher, vale muito a pena admirar as obras dele! O site oficial é este aqui http://www.mcescher.com/.

Até breve pessoal!

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Desenho com caneta esferográfica

Oi pessoal!

Hoje vim falar com vocês do desenho com canetas esferográficas, um hit dos artistas e alunos ilustradores durante as aulas.

Este desenho fiz durante a aula, explicando para os meus alunos os elementos da obra de Salvador Dalí para depois eles poderem fazer sua releitura. Como fiz na pressa achei que não fosse ficar bom, mas no final curti o resultado!

Usei a técnica das hachuras, que nada mais é fazer linhas para criar um efeito de sombreamento. Quanto mais próximas as linhas, (mais rabiscada, no popular,rs) mais escura a área fica. Quanto mais afastadas, passam a impressão contrária, isto é, de uma área iluminada.

Neste desenho usei a caneta que adotei como uma das melhores para escrever e fazer hachuras, a caneta esferográfica Bic Cristal. Ela é uma BBB (boa, bonita e barata), dura bastante e faz linhas finas. Cinco girassóis de Van Gogh para ela!





Para quem reclama que não tem materiais legais para fazer desenhos é uma ótima sugestão! Pesquisem obras de outros artistas que usaram canetas (com muito mais tempo e paciência do que eu) para vocês se inspirarem!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Lápis de cor aquarelável da Staedtler

Olá pessoal!

Andei meio sumida, voltei ao trabalho porém prometo que não vou abandonar este espaço.
Hoje eu vim falar de um lápis de cor muito bom, da marca Staedtler. Este comprei de uma amiga que comprou na cidade de Campinas, S.P.
Estou lotada de croquis para terminar e hoje resolvi fazer um sem contornar com a caneta nanquim. A personagem é Afrodite, da mitologia grega. Claro, tentei fazer uma coisa mais moderna.

O esboço começando a ser colorido!
Não reparem que minha caixa está meio zoada,rsrs. Acho engraçado a Staedtler e a Faber terem um peixinho desenhado na embalagem...Por que será hein?

Um dos diferenciais desta marca é a tecnologia ABS (Anti Break Sistem). Promete deixar os lápis até 45% mais resistentes a quedas e quebras. Como eu comprei este lápis com meu rico dinheirinho não tive coragem de testar isso, se o pessoal da marca quiser me doar um pra eu fazer o teste atualizo o post. O que posso dizer que na hora de apontar ele é bom, não quebra facilmente.


Como vocês podem ver a proteção que comentei é esta coisa branca em volta da mina do lápis.

Aqui queria deixar uma dica também!

Quando vocês forem comprar um lápis e puderem abrir a embalagem reparem se ela está meio rabiscada com as cores e a intensidade. É assim que dá pra ver se o lápis têm boa pigmentação sem ter que usá-lo (pena que muitas marcas são lacradas e não dá para fazer isso). Como vocês podem ver este é bem pigmentado e bem macio.

Aqui está o meu desenho finalizado. Achei o lápis macio, cores que facilmente se misturam, preço bom, cores bem vivas, então está aprovado. Cinco girassóis para a Staedtler!