domingo, 14 de maio de 2017

Giz de cera color gel da Leo & Leo!


Olá artistas e arteiros de plantão, tudo bem?

Para variar sumi de novo.... Aí meu Deus, é o pau, é a pedra, é o fim do caminho, como diria Jobim. Essa vida de mãe, professora e agora construindo uma casa não tá fácil não.

Porém hoje vim matar a saudade de vocês e falar um de um produto muito diferente que testei junto com minha filha (as mãozinhas super fofas nas fotos são dela. Spoiler: Ela amou esse giz!).

Aliás, feliz dia das mamães! 

Voltando ao assunto, esse giz de cera tem uma proposta bem diferente. Quando vi a embalagem logo lembrei do giz de cera da Bic que já resenhei para vocês, link aqui. Ele é como se fosse uma lapiseira, só que a diferença é que tem uma tampa.

As semelhanças param por aqui, vamos dar uma olhada nas fotos.📷



A caixinha é boa, bem informativa!



O produto é atóxico, porém por conter peças pequenas como a tampa é preciso ficar de olho nos pequenos. A minha filha de 2 anos usou supervisionada por mim e foi tranquilo. 

O duro é ficar tampando e destampando para ela, porque se não fizermos isso, o giz endurece.

É muito estranho e interessante ao mesmo tempo, esse giz me lembrou muito a textura do giz pastel oleoso da Pentel, com a diferença que o giz pastel oleoso não precisa ficar tampando.


A ponta é semelhante ao giz de cera crayon normal.


O suporte é super grande para o giz, mas o giz em si achei pouco demais!


As cores são lindas nas tampas, mas....


Cadê os metálicos? Quase não dá para ver diferenças. Tirando isso, as cores são encantadoras, a Angelina ficou apaixonada por esse material por ele ser macio e ter cores bem alegres. Eu também :D


O giz de cera em gel também permite esfumaçar, porém não se empolguem muito. As cores não misturam muito bem e acaba ficando marcado.

Alves, Angelina. Sem título. 2017 kkkkkk


Resumindo....

Adorei a proposta do giz, porém para crianças com este preço acaba sendo um verdadeiro desespero. O meu paguei R$23,00 e se deixasse minha filha usar a vontade iria uma caixa por dia, porque em meia hora e duas folhas de desenho depois ela acabou com todas as pontas.

Recomendo ele para adultos se for para esfumaçar pequenos desenhos que não exijam camadas de cor, senão é preferível comprar um giz pastel oleoso ou seco.

Por causa do custo/benefício vou dar 4 girassóis de Van Gogh.


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Caneta Posca ponta média

Olá artistas e arteiros de plantão, tudo bem?

Olha quem finalmente chegou nas minhas mãos para eu me divertir e resenhar para vocês! A caneta Posca! Uhullll! Vem cá comigo ver o que eu achei!

Segundo a definição do site
O marcador Posca – PC-5M é um sucesso, com a ponta de 2,5mm é um ótimo custo beneficio. Tem uma durabilidade fantástica com quase sete ml de carga. Hoje é considerado como a Bombril das Poscas, pois consegue traços de 1,8 – 2,5mm, dando a flexibilidade do artista fazer trabalhos com traços delicados ou encorpados.Possui um leque de 14 cores vibrantes, miscíveis contando com as cores ouro e prata.É um marcador á base de água não tóxico.

Aí gente, adorei a explicação deles, melhor pessoa! 💓
Então vamos ver se essa Fanta é essa Coca Cola toda kkkkk....







Eu comprei 12 canetas para ver como elas iriam funcionar. Comprei as cores mais básicas, mais estou cobiçando uma prata e uma dourada.

A caneta é daquelas que tem uma bolinha dentro que precisa agitar antes de usar. Então quando abrir sua caneta não se assuste com a ponta branca, é só ir chacoalhando a caneta com cuidado e dando leves pressionadas da ponta no papel que a tinta vai descendo. Gostei também que as cores da tampinha são bem fieis a tinta mesmo.


Como estou retornando para o trabalho na escola, peguei minha caneta e fiz um teste bem chato, de escrever em cima de plástico do deposito do meu apontador.

A tinta não ficou com o acabamento mais lindo do mundo, mas ficou bem digno. 




Confesso que depois que apliquei fiquei meio triste, dei uma batida e a tinta saiu do lugar porém depois que a tinta secou ela ficou bem resistente. Cheguei a lavar com o lado macio da esponja e a tinta se manteve no lugar. Claro que não vai sobreviver ao apocalipse zumbi esta tinta no plástico, mas acabou superando minhas expectativas.

Não fiz fotos, desculpem, mas testei também no papel. Achei que as cores ficam muito bonitas lá também. Só tem que se ter cuidado com a capilaridade do papel, caso contrário a tinta vai se espalhando e preenchendo a folha inteira.

Ainda não tinha ficado tãaaaooo satisfeita assim com a caneta quando lembrei destes porta-chaves da minha casa e resolvi fazer uns desenhos com as canetas nele. 

Preparei uma base sobre o MDF com tinta PVA branca para artesanato e depois apliquei as canetas. 

O desenho poderia ser bem melhor, fui a mão livre dando uma de kamikaze sem planejar nada e foi isso que saiu, pintando durante a aula com meus aluninhos.



Gente, aí me apaixonei pelas canetas! Que efeito!


As tintas que usei neste trabalho em sua maioria tiveram alta cobertura e que cores lindas! Tive um pouco de trabalho com o amarelo, laranja e o rosa, mas nada que depois fazendo um retoque não consegui resolver.
Sabe quando a gente fica encantada e quer sair rabiscando tudo igual criança? Fiquei assim!

Resumindo...O que achei da caneta?

A caneta cumpre o que promete, é bem versátil, consegue traços de médios a grossos em espessura, em sua maioria as cores possuem alta cobertura. Só indico cuidado na aplicação em superfícies muito lisas (não espere milagres e alta durabilidade em plástico não lixados) e cuidado para não colocar muita tinta em desenhos em folhas de papel. É ótima para superfícies com base de PVA, deve ficar lindo também em tecidos mais grossos (já imaginei fazer um tênis, só não sei se aguentará lavagem na máquina kkkk).

Pelo custo/benefício (paguei R$15,80 comprando o jogo neste site aqui) achei um bom investimento. Aceito a dourada e a prata por divulgar vocês kkkk 😄

Vou dar 5 girassóis de Van Gogh para a caneta Posca!


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Caneta nanquim Ecco Pigment da Faber Castell

Olá artistas e arteiros, tudo bem?

Hoje vim resenhar mais um material que amo e não sei o porquê ainda não mostrei para vocês, as canetas nanquins descartáveis da Faber Castell.

As canetas têm várias espessuras que atendem as mais diversas especifidades, desde pontas ultrafinas até as mais grossinhas.

Confesso que sofro um pouco com canetas mega finas, acho legal para escrever ou fazer cílios ou micro detalhes nos desenhos, e só. Prefiro finalizar meus desenhos com as pontas mais grossas. Vamos as fotinhas :D



Eu gosto de usar a 0.5 nas partes mais grossas e depois venho finalizando com as mais finas, criando assim uma finalização mais caprichada.




O que eu achei das canetas?

Já dei um spoiler que sou super fã da caneta né, kkkkk. A qualidade é excelente, fica muito escuro o traço. Eu uso com cuidado e comigo as pontas estão super bem conservadas, mas me passam a impressão que aguentam bem mãos mais pesadas.


Também gosto do design, achei bem confortável de segurar.




Sério gente, tô chocadaaaaaaaaaaaaaaaa com a qualidade destas canetas, pena que não vi muito para vender no Brasil (pô Faber Castell, colabora!).


Gente imagina um preto intenso!

Fiquei chocada com a qualidade, fica melhor do que uma impressora caseira, é sério, várias pessoas olham meus desenhos e perguntam se eu imprimi.

Super recomendo para vocês, vou dar 5 girassóis de Van Gogh.